Gi Notícias » Notícias » Economia » Economia

Adamantina, terça-feira, 22 de julho de 2014

 

Justiça bloqueia pagamentos da Telexfree em todo país

Em Presidente Prudente, várias pessoas participam do sistema.

http://www.ginoticias.com.br/noticias/economia/economia/justica-bloqueia-pagamentos-da-telexfree-em-todo-pais/ Justiça bloqueia pagamentos da Telexfree em todo país
  •  
  •  

A Telexfree está impedida de fazer pagamentos aos seus divulgadores, bem como de cadastrar novos participantes. A decisão vale para todo o Brasil e para o exterior. A Justiça do Acre aceitou a denúncia do Ministério Público do Estado de que o negócio, apresentado como um sistema de telefone por internet (VoIP, na sigla em inglês), trata-se na verdade de uma pirâmide financeira disfarçada.


Em Presidente Prudente, várias pessoas participam do sistema. Diariamente, vários anúncios são publicados através do Facebook e reuniões são marcadas através das redes sociais para agariar mais participantes.


Os bens de Carlos Costa e Carlos Wanzeler, sócios administradores da Ympactus Comercial LTDA – empresa que opera a Telexfree – foram bloqueados pela decisão da juíza 2ª Vara Cível de Rio Branco, Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil.


A suspensão dos pagamentos e dos novos cadastros vale até que a ação principal seja julgada, o que não tem data para ocorrer.
De acordo com o material de divulgação, a Telexfree é um sistema de telefonia pela internet que utiliza o marketing multinível para fazer a venda dos pacotes VoIP. É possível atuar como vendedor e como divulgador. Nesse último caso, o interessado deve pagar uma taxa de adesão e fazer anúncios na internet. Os vencimentos variam de acordo com o número de anúncios colocados, mas também com a quantidade de novos divulgadores angariados para a rede.


A Telexfree passou a ser investigada pelo Ministério da Justiça depois que diversos Procons do país foram consultados sobre o sistema – o procurador-geral de Mato Grosso, Paulo Prado, afirmou que no Estado pessoas estavam vendendo joias e carros para investir dinheiro no sistema.


Em março, o Ministério da Fazenda informou que o modelo não é sustentável e sugeriu que o negócio se trata de uma pirâmide financeira, por depender do dinheiro dos novos aderentes para pagar os antigos, e não da venda dos pacotes VoIP.


Nos Estados Unidos, onde a empresa foi fundada, a Telexfree Inc. contratou em março um advogado que atuou em pelo menos dois casos de pirâmide financeira desmantelados pela Justiça.


Os representantes sempre negaram irregularidades. Em vídeo colocado numa rede social, Carlos Costa diz que a empresa não foi comunicada oficialmente da decisão, mas que tentará derrubar a liminar.

Prejuízo


"O foco da Telexfree é o recrutamento de pessoas. Como é uma atividade que não tem sustentabilidade, na hora que não tiver mais gente para entrar, a cadeia quebra e as pessoas vão ficar no prejuízo”, explicou a promotora Nicole Gonzalez Colombo Arnoldi, uma das responsáveis pela medida cautelar que resultou na decisão, segundo nota do Ministério Público do Acre (MP-AC).
Em março, um dos sócios da Ympactus, Carlos Costa, afirmou que a empresa tinha mais de 450 mil associados. Seu advogado, Horst Fuchs, falava em 600 mil. (Com Portal iG)

 

Fonte: Portal Prudentino

  • Imprimir
  • Recomendar
  • Corrigir
  • Comentários(0) Comentários
Corrigir Fechar

Justiça bloqueia pagamentos da Telexfree em todo país

Em Presidente Prudente, várias pessoas participam do sistema.

 
Enviar por e-mail Fechar

Justiça bloqueia pagamentos da Telexfree em todo país

Em Presidente Prudente, várias pessoas participam do sistema.

 
Comentários Fechar
 
Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar!